Universal’s Cabana Bay Beach Resort: O nosso hotel na International Drive

Cabana Bay Beach Resort o hotel econômico da Universal Studios

Depois de aproveitarmos o Reino Mágico da Disney por 6 dias, mudamos de hotel para curtir os parques que não são propriedade do Mickey. Como os hotéis da Disney ficam muito afastados da International Drive e nós viajamos sem carro, precisávamos de uma base mais próxima dos parques da Universal. Escolhemos o hotel econômico da Universal, o Cabana Bay Beach Resort.

Para quem não sabe, a Universal Studios tem 5 hotéis em Orlando, e mais um para ser inaugurado em agosto de 2018, o Aventura, que ficará na área do Volcano Bay e que promete ser estiloso e moderno. Ele ficará do lado do Cabana Bay e em fevereiro de 2017 as obras já estavam há todo vapor. Dos 5 hotéis que já estão em funcionamento, 3 são de luxo: O Hard Rock Hotel, com uma temática rock n´roll e quartos deslumbrantes, o Loews Portofino Bay Hotel, um hotel mais romântico inspirado em Portofino na Itália, o Loews Royal Pacific Resort, um hotel de temática tropical, um pouco mais baratos que os dois primeiros mas ainda com o benefício de ganhar o passe “fura-filas” da Universal Studios, o Universal Express Unlimited™ pass. Já na linha mais econômica a Universal conta com 2 hotéis: o Loews Sapphire Falls Resort, um hotel inspirado no Caribe com quartos regulares e suítes maiores. O segundo hotel econômico é o Cabana Bay Beach Resort, que foi o hotel em que ficamos.

O Universal’s Cabana Bay Beach Resort é o hotel mais econômico da Universal Studios, com uma temática dos anos 50/60 em uma ambientação vibrante e bem característica que remete frequentemente ao desenho dos Jetsons. Ele é operado pela mesma empresa dos hotéis de luxo da Universal, a Loews e com tantas atrações que dá até pena de sair para ir aos parques… brincadeira! Fomos para ele logo depois de aproveitar bastante o Animal Kingdom Lodge, que eu já falei AQUI.

Por ser o hotel econômico, ele não dá direito ao Universal Express (o fura filas da universal) mas o custo-benefício é tão bom, que nele as suítes para famílias custam o preço de um quarto normal do Loews Sapphire Falls Resort.

O hotel

image6-(2)

A entrada já explica exatamente para onde o hotel quer nos levar, um lobby com design futurista dos anos 60, com plantas protegidas por estruturas tubulares, uma coisa meio Mad Men X Barbarella. Dá vontade de vestir um tubinho laranja, colocar uns óculos gigantescos e pedir um drink imediatamente. Provavelmente é justamente por esse motivo que os arquitetos do hotel colocaram justamente aqui um bar, o Swizzle Lounge. No início das noites o lounge fica bem cheio. Vale lembrar que precisa ter 21 anos para comprar bebidas nos EUA e eles pedem identificação para todo mundo  mesmo.

Além do lobby onipresente, o hotel conta com um boliche, o Galaxy Bowl, programa favorito das famílias americanas nos anos 50/60. O clima é o mesmo do hotel, com cores vibrantes e visual retrô. A atividade é paga a parte e custa 15 dólares por pessoa/hora, crianças paga 9 dólares. Também é possível alugar os sapatos e comprar as meias (custam 6 dólares). Bem caro. São 10 pistas de boliche que ficam abertas do meio dia até meia noite. Uma outra atividade disponível é o Jack LaLanne Physical Fitness Studio, um centro de atividades físicas para deixar qualquer marombeiro de queixo caído. Obviamente nós fomos nenhum dia, mas fiquei impressionada em como ficava cheio durante todo o dia, às 7h da manhã já tinha gente correndo. Como todo hotel de Orlando, esse também tem uma sala de Arcade, a Ace The Arcade,onde os adolescentes vão gastar todos os dólares que ainda sobram em tickets.

image3-(2)

O hotel é dividido em dois pavilhões. Um dos pavilhões tem dois prédios altos onde ficam os quartos standards. Nele existe uma piscina média mas que conta com um anexo de uma corredeira. Vale lembrar que eles não oferecem bóias para as corredeiras, ou você leva uma ou compra uma por lá em um quiosque do lado da piscina que vende desde bolas gigantescas até bóias do tamanho família. A mais barata custava 6 dólares e a gigantesca 15 dólares e o vendedor enche a bóia na hora para vocês. Não é barato, mas não deixa de ser uma lembrança do hotel. Para quem não quer gastar muito, é possível achar essas bóias no Wallmart por um preço mais amigo. Eu, particularmente, achei a piscina desse lado muito pequena já que o número de hóspedes hospedado nessa parte do hotel é maior do que no outro pavilhão. No dia que fomos aproveitamos só as corredeiras porque a piscina estava lotada.

Já o pavilhão dos quartos de família são 3 prédios baixos com 4 andares. Esse setor do hotel tem bastante cara dos hotéis clássicos da International Drive, prédios baixos, com quartos que dão em varandas abertas com vista para a piscina ou para o estacionamento. Desse lado a piscina é GIGANTESCA!!! Enorme!!! Fantástica! Com direito a Tobagã e tudo. Aqui é possível ficar em uma das espreguiçadeiras ou reservar uma cabine, uma casinha para até 6 pessoas com TV, uma mesa, dois sofás e um telefone para pedir pizzas. As cabines precisam ser reservadas e pelo que eu entendi são pagas.

image4-(2)

Vale lembrar que as piscinas são todas aquecidas e todas contam com um clima de “praia” com uma faixa grande de areia, quadras de vôlei de praia e umas fogueiras que são acesas a noite e que imediatamente te dão vontade de fazer um luau! 🙂 Tem também algumas áreas para crianças pequenas brincarem. E toalhas estão disponíveis em todas as piscinas, então não há necessidade de levar as do quarto.

image2-(2)

Um outro serviço disponível no hotel é o de lavanderia. Daquelas bem amigas onde você paga para usar a máquina de lavar e de secar, custou 4 dólares cada e demora quase duas horas para lavar e secar 😉

Os quartos

O hotel possui dois tipos de quarto, os Guest Rooms, quartos standards com duas camas Queen e que cabem confortavelmente 4 adultos, e os quartos família, esses com uma ante-sala com sofá cama, duas TVs, uma na sala e outra no quarto, um móvel que permite guardar muitas compras, uma mini cozinha com microondas, bowls, talheres, e pratos descartáveis, frigobar e cafeteira, além das 2 camas Queen. Nesses quartos é possível acomodar até 6 pessoas. Além disso é possível juntar dois quartos família através de uma porta que liga as duas mini cozinhas, o que pode ser uma excelente opção para famílias numerosas. O banheiro dos dois tipos de quarto seguem o mesmo padrão, que é um pradrão bem diferente do que estamos acostumados. Uma sala de banho independente com chuveiro e banheira. uma pia larga na parte central, e uma outra sala independente com o vaso sanitário. Uma excelente idéia que permite que 3 pessoas da família façam atividades diferentes. Já os amenities são super retrô e na minha opinião parecem embalagens de produtos de limpeza de casa (tipo detergente sabe?) mas são super cheirosos e o condicionador é excelente (sim, sou chata com produtos de hotel e falo mal se for ruim mesmo).Nós nunca levamos shampo e condicionador para viagens onde ficamos em hotel para economizar espaço na mala, então ter bons produtos é fundamental, mesmo parecendo que estávamos lavando o cabelo com detergente.

Nós reservamos o quarto Standard, mas ao fazer o check-in nos ofereceram um super desconto para migrar para um quarto família. Aceitamos e valeu muito a pena. O quarto é bem espaçoso e a comodidade de ter a mini cozinha já facilita muito a vida. Online o preço médio para os quartos standards é de 112 dólares e para as suítes família 152 dólares, com variações dependendo da temporada.

Nós ficamos no último andar do prédio Starlight, em um quarto virado para o estacionamento, e não tivemos nenhum problema com barulho. Pode ser quem em alta temporada, os quartos virados para a piscina sofram um pouco, mas como antes do quarto tem a ante-sala, o barulho pode ser abafado. Se alguém já passou pela experiência conta aí nos comentários.

As vantagens de ficar em um hotel da Universal

Uma das vantagens de ficar nos hotéis da Universal é ser beneficiado com transporte gratuito para o Universal Studios, Island of Adventure, Wet’n Wild, Sea World e Aquatica. Assentos prioritários nos restaurantes dos parques, lojas temáticas com produtos da Universal dentro dos hotéis (não sei bem se isso é uma vantagem já que te induz a gastar ainda mais.). Além disso alguns restaurantes dos hotéis contam com a presença de personagens durante o jantar. Em outros os personagens aparecem em dias e horários específicos. A maior vantagem, na minha opinião,  é permitir que os hóspedes entrem uma hora mais cedo no Wizarding World of Harry Potter da Universal. E eu usei a minha hora extra nos dois dias!!!

O Cabana Bay não oferece o benefício de assentos prioritários nos restaurantes do parque, mas toda sexta os personagens aparecem por lá para a felicidade dos pequenos.

Serviço

Embora gigantesco, o hotel inaugurado em 2014, ainda está bem novo. Os quartos estavam impecáveis. Não tenho nenhuma reclamação para fazer das rouparias, móveis manchados ou rasgados. O que é um padrão difícil de manter em um hotel com tanta rotatividade.

Fomos bem atendidos em todos os lugares desde a recepção, até nos restaurantes. Só elogios!!! As meninas da hotelaria deram um show e no dia do nosso check out, onde usamos um late check out para ficar no hotel até mais perto do horário dos vôo, elas até perguntaram se queríamos alguma coisa para usar no banho.

O Wi-fi funcionou bem nos 4 aparelhos que usamos ao mesmo tempo. Não é uma velocidade para baixar um filme inteiro em minutos, mas é ótima para redes sociais e e-mails. Sem contar que só precisa cadastrar uma vez, o que é ótimo. Odiamos hotéis onde há necessidade de login diário para uso da internet.

Transfer para os parques

O transporte gratuito para os parques é uma das melhores vantagens da hospedagem para quem viaja para Orlando sem carro. Os pontos dos ônibus ficam logo na saída do hotel, depois da fila de carros antigos que dão vontade de pegar e sair dirigindo. Os ônibus são bastante regulares e não pegamos grandes fila em nenhum dia e o tempo de espera não passou de 10 minutos em nenhuma das vezes. Mas estávamos em baixa temporada, pode ser que em alta tudo seja diferente. Só é uma pena não ter a opção de chegar nos parques de barco, como nos hotéis mais caros.

Os ônibus são lindinhos e também tem o estilo da década de 50, pintados de verde água. Ótimo para encontrar na saída do parque quando uma multidão vai para o ponto dos ônibus e tudo fica um pouco confuso, embora sinalizado.

Nossa única implicância com a Universal está justamente aqui, para sair do estacionamento e chegar nos parques ou vice-versa, é preciso atravessar todo o City Walk. Quando você está indo tudo bem, mas depois de passar o dia andando no parque esse caminho parece uma penitência!

Os restaurantes

O Cabana Bay conta com 5 opções de locais para comer. O principal deles é o Bayliner Diner, uma praça de alimentação enorme onde telões mais enormes ainda ficam passando seriados antigos como I Love Lucy, e em uma outra área ficam dispostos vários pontos de alimentação, tem uma parte tipo lojinha, com snacks , bebidas, comidas para esquentar no microondas, e outros 5 ou 6 quiosques que vendem: Pizza (o Delizioso), hamburgues e até pratos prontos. Aqui você pega ou pede o que tiver vontade de comer e depois paga no caixa antes de ir sentar. Os cardápios mudam no café da manhã e no horário das refeições. Como no café a maior parte das opções era aqueles combos com bacon, nós evitamos tomar café por aqui. Em alguns dias vou falar um pouco sobre a comida daqui.

Starbucks, tomamos café por aqui todos os dias. Para o brasileiro que não come comida no café o Starbucks é uma opção de tomar café, ou um Latte para quem gosta de café com leite, e comer um bagel ou uma fatia de bolo. Aqui também existe a opção de comer uma salada de frutas ou um croissant. Bem mais agradável para o nosso paladar.

The Hideaway Bar & Grill e Atomic Tonic, são os restaurantes das duas piscinas do hotel. Oferecem comidas mais leves como sanduiches, wraps, saladas, além de bebidas, drinks e cerveja.

Galaxy Bowl Restaurant, o restaurante da pista de boliche oferece hamburguers, pizza e todo tipo de comidas não tão saudáveis assim que as crianças adoram.

Swizzle Lounge, o bar do lobby, oferece drinks e bebidas além de alguns petiscos.

Vale a pena ficar no hotel?

O hotel tem um preço razoável, oferecendo muito conforto, infraestrutura e quartos limpos e bem cuidados. É uma excelente opção para famílias grandes. Nossa única observação é: Guarde pelo menos um dia para aproveitar o hotel!!! Não aproveitar as piscinas, o tobogã e a corredeira seria um desperdício. O boliche também é incrível. Enfim, só em permitir que os hóspedes tenham uma hora extra no Harry Potter já é motivo suficiente para fazer sua reserva no hotel.

Anúncios

12 comentários

  1. Hora extra no Harry Potter? Onde faz a reserva mesmo? Adorei a dica, muito bom. A infraestrutura do resort parece ótima. Pena que é sempre muito corrido né, bom seria mesmo tirar um dia só para aproveitar as comidades do hotel. Beijos

    Curtir

  2. Ainda não conheço a Disney, mas assim como em outros destinos que visitamos, o ideal é aproveitar as atrações do destino e o hotel acaba ficando em segundo plano (se sobrar tempo). Então concordo em reservar um hotel mais econômico.

    Curtir

  3. Apesar de ser o hotel econômico, lendo o teu post percebo que vale muito a pena. Agora, o que me chamou atenção que deve ser muito legal são as piscinas aquecidas com ar de praia, que legal, tem até faixa de areia! Ah Orlando…

    Curtir

  4. Fui para Orlando quando meus filhos ainda eram pequenos, muitos dos parque temáticos atuais ainda não existiam. Hoje morro de preguiça de enfrentar a saga de tirar o visto americano. Para quem como eu, que não mora em cidades onde há consultado americano, a aventura da viagem começa na viagem para obter o visto. 😦

    Curtir

  5. Gostei bastante do relato, quando fomos a Orlando nem cogitamos ficar em um dos complexos, pois achei muito caro, mas olhando as vantagens de se hospedar lá, até já merece entrar na análise prévia. Obrigado pelo post!!

    Curtir

  6. Pra quem adora os parques de Orlando, como a gente, ficar em hotéis temáticos e que já estão nesse clima é um sonho!
    Embora mais econômica, essa opção também é muito boa para quem viaja em família e acredito que atende perfeitamente o que procuramos nesse tipo de viagem. Ótimo relato.

    Curtir

  7. Que legal, não sabia dessas vantagens na hospedagem de hotéis dos parques. Esse do Harry Potter é o mais vantajoso. Quando fui pra Orlando, fiquei em uma casa em Kissimmee, mais ou menos 30 minutos dos parques. Ótimas dicas!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s